coronavírus fica no cabelo

O coronavírus fica no cabelo? Mito ou verdade? Descubra!

Será que o coronavírus fica no cabelo? Muita gente tem se perguntado se o vírus pode ficar grudado nos fios, contaminando-os.

Para saber se isso é mentira ou um fato, fizemos este post para descobrir em detalhes toda a verdade.

Vamos ler para descobrir se, afinal, o coronavírus fica no cabelo?

>>>Vitamina para Cabelo em Cápsulas Hair & Nails, número 01 do Brasil<<<

Roupas e Acessórios femininos

Os cabelos podem ser contaminados por vírus e bactérias?

Antes de sabermos se o coronavírus fica no cabelo, devemos saber que, normalmente, vírus e bactérias ficam alojados no couro cabeludo.

Na verdade, isso acontece por causa do compartilhamento de pentes e escovas de cabelo que pode levar a infecção por fungos e bactérias no couro cabeludo.

Eles são responsáveis por micose e dermatite seborreica, popularmente conhecida por caspa.

De todo modo, como o assunto é coronavírus no cabelo, a preocupação aumenta e queremos saber por onde podemos ser infectados.

Um estudo mostrou que o novo coronavírus pode permanecer por 1 dia em aço inoxidável e no plástico por até 4 dias.

Mas o que isso significa partindo do princípio de que o nosso cabelo não é de plástico ou aço inoxidável?

Vamos descobrir agora!

>>>Vitamina para Cabelo em Cápsulas Hair & Nails, número 01 do Brasil<<<

Afinal, o coronavírus fica no cabelo?

Ao pesquisar no Google por “coronavírus” e “cabelo”, você pode encontrar muitas informações desencontradas.

Na verdade, não está claro por quanto tempo o vírus pode sobreviver na cabeleira ou na barba, se você tiver uma.

Contudo, um estudo feito pela revista americana Forbes, mostrou que é possível que o vírus permaneça viável no seu cabelo por algumas horas ou mesmo alguns dias.

Isso significa que você deve lavar o cabelo com a mesma frequência com que lava as mãos?

Certamente não.

Lavar o cabelo uma dúzia ou mais vezes por dia seria muito impraticável e não saudável para os fios.

Os fios ressecados estariam fora de controle!

 Além disso, lavar o cabelo com muita frequência pode danificar os mecanismos de defesa natural do couro cabeludo, incluindo os óleos e as bactérias benéficas que normalmente o revestem.

Isso pode tornar seu couro cabeludo mais suscetível a bactérias e infecções fúngicas.

O que fazer então?

coronavírus fica no cabelo

Se você suspeitar de que alguém espirrou no seu cabelo ou que você teve contato com alguém que esteja contaminado, o ideal é lavar os cabelos sim, mas o risco é quase zero.

Contrariando as informações da Forbes, o professor Adam Friedman, presidente na Faculdade de Medicina afirma que depende das circunstâncias do cabelo (Fonte).

Segundo o estudioso, por causa da oleosidade natural dos cabelos, o vírus seria incapaz de se alojar ali por muito tempo.

De todo modo, a recomendação é a mesma: sempre lavar os cabelos caso você desconfie que esteve em contato com alguém que esteja contaminado.

Além disso, evite passar as mãos no cabelo e no rosto quando estiver na rua.

Do mesmo modo, é bom que ande com os cabelos presos com mais frequência.

Pelo sim pelo não, é melhor prevenir do que remediar não acham?

Não se esqueça de compartilhar este post no grupo da família para manter todo mundo muito bem informado, combinado?

>>>Vitamina para Cabelo em Cápsulas Hair & Nails, número 01 do Brasil<<<