O que se deve fazer para evitar a queda de cabelo?

A queda de cabelo em excesso pode ser causada por condições e doenças que afetam nosso organismo deixando os fios fracos e quebradiços. Mas apesar deste ser um sintoma de determinadas doenças, algumas atitudes podem evitar a queda de cabelo e até mesmo diminuir o problema.

A queda dos fios nem sempre representa algo errado com a saúde, já que é completamente normal que os cabelos caiam, sem ser necessário algum tipo de tratamento. Porém, caso você note uma perda de densidade ou a perda persistir por mais de 60 dias ou se você notar falhas no couro cabeludo, pode ser um sinal de alerta.

Leia também Queda de cabelo – Atente a esses 10 sintomas

Confira a seguir nossas dicas para evitar e controlar a queda capilar!

Roupas e Acessórios femininos

Mantenha os fios sempre limpos

A oleosidade em excesso contribui para a queda de cabelo por aumentar a proliferação de fungos e descamação do couro cabeludo.

Por prejudicar os fios e acabar entupindo os folículos capilares, a oleosidade faz com que a queda de cabelo seja maior do que o normal. 

Para evitar esse problema é indicado que você lave os cabelos com produtos específicos para o seu tipo de cabelo, principalmente se ele for oleoso, e evite ficar mais de 1 dia sem lavar os fios.

Faça uma pausa nos procedimentos que usem química

Cabelos submetidos a agressões químicas normalmente ficam quebradiços e com tendência à queda. Nesses casos, porém, a perda de cabelo acontece apenas se a química irritar o couro cabeludo.

Se você notar um aumento da quebra e fragilidade depois dos processos químicos, ou se os fios ficam mais ralos após os procedimentos, pode ser hora de dar uma pausa na química até que as mechas se recuperem.

Mesmo se você submeter os cabelos apenas a processos de alisamento com produtos que não sejam tão agressivos, ainda assim é recomendado dar um tempo para que os fios consigam se recuperar.

Durante esse tempo, você pode investir em produtos que auxiliam nos tratamentos anti queda e máscaras para o fortalecimento dos cabelos.

Evite tomar banho muito quente

A água muito quente acaba abrindo a cutícula dos cabelos e retira os óleos naturais, deixando o fio quebradiço e seco.

Esse hábito também contribui para o aumento da oleosidade em cabelos com excesso de sebo, já que água quente abre os poros.

Além disso, existe uma piora no quadro de psoríase, o que aumenta a queda de cabelo e prejudica o crescimento de fios novos.

Usar excesso de calor

O secador, a chapinha e os modeladores são aparelhos que acabam aplicando um excesso de calor nos fios, prejudicando a saúde capilar e aumento a incidência de queda de cabelo.

O ideal é diminuir a frequência de uso desses aparelhos, e preferir deixar o cabelo secar naturalmente quando for possível.

Uma dica é quando usar o secador, deixar o aparelho em uma distância de pelo menos 30 centímetros dos fios, além de aplicar protetores térmicos para garantir que os cabelos não fiquem fragilizados.

Prender os cabelos muito apertado

Prender os fios em um rabo de cavalo ou tranças de um modo muito apertado causa uma tensão nos cabelos, o que não é bom para a saúde capilar e pode deixar os fios frágeis e quebradiços.

Caso você queira prender os cabelos mesmo assim, opte por hashis de madeira ou plástico, que não deixam os fios tão justos.

Não use produtos com álcool

Os produtos que contam com álcool em sua composição ressecam os fios e fazem com que eles fiquem quebradiços e craquelados. Sempre que for adquirir produtos capilares, atente-se aos rótulos e observe a lista de ingredientes. Você deve evitar ao máximo produtos com álcool entre os primeiros ingredientes, já que a ordem em que os ingredientes aparecem no rótulo é equivalente a quantidade em que estão no produto.

Não durma com os cabelos molhados

Dormir com os cabelos molhados ou úmidos aumenta a proliferação de fungos, além de fragilizar os cabelos e deixá-los mais quebradiços quando em contato com o travesseiro. Tudo isso impacta negativamente os fios, piorando os quadros de queda de cabelo.

Use produtos voltados para tratamentos anti queda

Hoje no mercado existem diversos produtos capilares que contém vitaminas para queda de cabelo em sua composição, o que aumenta a eficácia de tratamentos contra a queda. Caso você esteja sofrendo com a queda dos fios, pode optar por produtos desse tipo para ajudar no tratamento.

Consuma alimentos mais saudáveis

Alimentos ricos em vitamina A, B, biotina, C e E e também ferro contribuem para a saúde dos cabelos e devem ser ingeridos diariamente. Você encontra essas vitaminas em alimentos como:

  • vitamina A: cenoura, espinafre, manga e mamão;
  • vitamina B: fígado, castanhas e peixes.
  • biotina: gema de ovo e cereais integrais;
  • vitamina C: frutas cítricas;
  • vitamina E: avelãs, castanhas, bacalhau e ovo cozido.

Use o pente certo

Usar pentes e escovas erradas pode aumentar a queda dos fios, já que esse ato deixa os cabelos quebrados e danificados. As escovas com pinos e com bolinhas nas pontas servem para massagear o couro cabeludo e protegê-lo, oferecendo mais leveza na hora de desembaraçar os fios.

Cuide da ansiedade e depressão

A ansiedade e a depressão são doenças que podem causar a queda dos cabelos por alterar a oleosidade do couro cabeludo graças à reação orgânica com o organismo, dependendo do grau de cada uma dessas condições. Ao aumentar a oleosidade, surge então o aparecimento de caspa e descamação do couro cabeludo, duas condições que contribuem para um aumento da perda capilar.

Além disso, alguns pacientes com depressão podem deixar de se alimentar corretamente e sofrem com carências nutricionais principalmente de vitaminas e minerais que são importantes para a saúde dos cabelos.

Depois de aprender a como evitar a queda de cabelo, coloque nossas dicas em prática para começar a ver uma melhora no quadro de perda capilar. Uma boa alimentação rica em vitaminas que evitam a queda de cabelo e produtos para tratamentos anti quedas podem não somente evitar o problema, mas também tratar e diminuir a perda dos fios.