aplicar o henê no cabelo sem fazer o teste da mecha antes pode fazer com que os fios quebrem e caiam

Queda de cabelo: principais causas e como tratar

Apesar da queda de cabelo não ser um sinal de alarme, já que é algo que acontece naturalmente em nosso organismo, a perda dos fios em excesso merece um pouco mais de atenção. De modo geral, as épocas mais frias do ano como outono e inverno acabam provocando uma perda maior de cabelo, já que nesses períodos a raiz do couro cabeludo acaba sendo menor irrigada por sangue e nutrientes, o que faz com que os fios caiam. No entanto, as principais causas da queda de cabelo podem ser diversas situações diferentes.

Indivíduos que aplicam muita química nos cabelos e fazem uso frequente de pranchas, por exemplo, sofrem com uma perda dos fios maior, já que esses processos acabam quebrando a estrutura do cabelo e deixando-os mais fracos e quebradiços, propensos à queda.

Para que você possa identificar as possíveis causas da sua queda de cabelo, listamos os principais motivos que levam à perda e como tratar esse problema. Acompanhe!

Principais motivos da queda de cabelo

Roupas e Acessórios femininos

1- Stress

O stress é uma condição do nosso organismo que nos deixa em estado de alerta constante. Além disso, um choque de stress após uma situação traumática como um acidente de trânsito ou diagnóstico de uma doença grave pode trocar o ciclo dos fios do cabelo, e fazer com que eles comecem a cair.

o stress é uma das causas mais comuns de queda de cabelo
o stress é uma das causas mais comuns de queda de cabelo

Em outras situações, esse pode não ser o problema principal que está causando a queda de cabelo, mas pode piorar o quadro.

Para tratar a queda de cabelo causada pelo stress, o ideal é que você tente relaxar fazendo exercícios físicos, atividades que te deem prazer como cozinhar, ler, ouvir músicas, meditar etc, e procurar ajuda profissional. Afinal, o stress, além de contribuir para que você perca cabelo, também pode levar a problemas mais graves como intestino irritável, gastrites e úlceras e até mesmo depressão.

Leia mais sobre o stress clicando aqui!

2- Excesso de vitamina A ou B

Diferente do que muitos ainda acreditam, consumir vitaminas em excesso pode ser prejudicial para a saúde, principalmente a dos cabelos. Normalmente, a queda de cabelo causada pelo excesso de vitamina A ou B acontece em indivíduos que fazem a suplementação desses nutrientes por tempo demais e sem acompanhamento médico.

Caso você esteja tomando suplementos com essas vitaminas e note um excesso de perda de cabelo, é importante que você interrompa a ingestão e consulte um médico para averiguar o quadro.

3- Pós-parto

A queda de cabelo em mulheres que estão passando pelo pós-parto é algo normal devido às alterações hormonais que acontecem no organismo e ao stress causado pelo parto. O mais comum é que a queda de cabelo surja entre os primeiros 3 meses após o parto e dure por no máximo 3 meses. Caso você note que está perdendo cabelo por mais tempo do que isso, pode ser hora de procurar ajuda médica.

as mudanças hormonais que ocorrem no pós-parto podem causar a queda capilar
as mudanças hormonais que ocorrem no pós-parto podem causar a queda capilar

Em alguns casos mais raros, a queda de cabelo também acontece na gestação, e pode estar relacionada com o aumento da progesterona que pode acabar ressecando os cabelos, o que os torna mais fracos e quebradiços.

Leia também Por que o cabelo da mãe cai depois do parto?

Nesses casos, não há muito o que fazer, já que trata-se de um processo natural de perda. Porém, você pode conversar com seu obstetra para fazer o uso de cosméticos antiqueda para controlar o problema.

4- Alterações hormonais

As alterações hormonais são bastante comuns nas mulheres com idade fértil, e podem acabar causando a queda de cabelo especialmente na adolescência.

Porém, mulheres que trocam de pílula ou que começam a usar um novo método anticoncepcional hormonal também podem sofrer com a perda dos fios.

O ideal nesses casos é consultar um tricologista e conversar com o seu ginecologista a respeito do anticoncepcional que você está ingerindo, e analisar se é possível trocar o método ou o medicamento.

5- Uso de medicamentos

Alguns medicamentos como os antidepressivos, remédios para hipertensão e anticoagulantes podem ter como efeito colateral a queda de cabelo. Isso costuma acontecer principalmente no início do tratamento ou quando o paciente faz o uso desses medicamentos já há um bom tempo.

Outros medicamentos como metotrexato, ibuprofeno e lítio, por exemplo, também podem causar esse efeito no organismo.

certos tipos de medicamentos podem contribuir para a perda dos fios e até mesmo agravar quadros de alopecia
certos tipos de medicamentos podem contribuir para a perda dos fios e até mesmo agravar quadros de alopecia

Se você faz o uso de algum desses medicamentos e está sofrendo com o aumento da perda dos fios, é importante consultar o médico que os receitou e avaliar a possibilidade de trocar por outro medicamento semelhante.

6- Hipotireoidismo

Quando a tireoide não funciona da forma correta e não produz uma série de hormônios importantes para a nossa saúde nas quantidades adequadas, essa condição é chamada de hipotireoidismo. Essa condição afeta a saúde capilar pois os fios dependem desses hormônios para crescerem fortes e saudáveis.

Ao notar um aumento da queda de cabelo associado com sintomas como ganho de peso repentino e cansaço excessivo, é importante consultar um endocrinologista para fazer um diagnóstico correto e verificar a necessidade de um tratamento para o mau funcionamento da tireoide.

7- Anemia

A anemia é uma condição que causa cansaço em excesso e palidez, podendo contribuir para a queda de cabelo em decorrência da pouca quantidade de sangue, nutrientes e oxigênio que os fios recebem pelo couro cabeludo. Com isso, acabam tornando-se mais fracos e quebradiços.

o cansaço em excesso pode ser um sintoma de anemia, condição que causa queda de cabelo
o cansaço em excesso pode ser um sintoma de anemia, condição que causa queda de cabelo

De modo geral, a anemia pode ser causada pela falta de ferro dentro do nosso corpo, mas também pode ser uma condição desencadeada pela diminuição de vitamina B12.

Para tratar esse problema, o indicado é buscar ajuda médica para suplementar a falta de ferro ou de vitamina B12, além de aumentar a ingestão dos alimentos ricos nesse nutrientes como feijões, carne vermelha e espinafre, por exemplo.

Ausência de nutrientes

A ausência de nutrientes está diretamente relacionada com a queda de cabelo, por isso é altamente recomendado que você tenha uma alimentação saudável.

Se por algum motivo não conseguir se alimentar corretamente ou tiver carência de alguns nutrientes, suplemente com vitaminas, principalmente que contenham ferro, zinco e biotina.

Queda de cabelo: como tratar

Além de tratar primeiro as causas do problema, é importante que você também opte por alguns tratamentos paralelos para evitar o aumento da perda dos fios.

Dentre esses tratamentos, podemos citar o uso de shampoos, condicionadores e máscaras capilares que contem com vitaminas e minerais importantes para o crescimento e fortalecimento das mechas como vitamina A, B, biotina e C.

Agora que você conferiu quais são as principais causas para a queda de cabelo, é importante consultar um médico especialista caso você identifique algum dos sintomas descritos acima. Além do mais, você também deve consultar um tricologista para averiguar o quadro e fazer um diagnóstico mais preciso e em conjunto, fazer o tratamento com cosméticos anti-quedas para potencializar os resultados.