Fios mais bonitos e saudáveis com o uso da biotina

Cromo e os Benefícios para seu Cabelos

O cromo é um mineral fundamental ao bom funcionamento do nosso organismo. Ele é responsável por auxiliar no trabalho da insulina, contribuindo com a distribuição do açúcar que ingerimos para todo o corpo.

Um dos seus papéis é fazer com que o nosso metabolismo funcione adequadamente, o que interfere diretamente na saúde dos cabelos. Até mesmo porque é sabido que altos níveis de açúcar no sangue podem levar à queda dos fios. 

Confira os benefícios do cromo
Confira os benefícios do cromo

A importância do cromo para o seu cabelo

A principal função do cromo é facilitar a ação da insulina, que é a de metabolizar a glicose e inseri-la dentro das células. Sendo assim, tem sua parcela de contribuição na prevenção do diabetes tipo 2: a carência desse mineral no organismo pode favorecer o surgimento dessa doença. 

Roupas e Acessórios femininos

 

O diabetes causa diversos desequilíbrios no corpo humano, podendo levar à queda de cabelo ao prejudicar seu crescimento e impedir a formação de novos fios. Quando descontrolada ou não tratada, essa doença pode resultar em altos níveis de açúcar no sangue, causando danos a vários tecidos, órgãos e vasos sanguíneos.  

Quando há danos nos vasos sanguíneos, pode acontecer a restrição do fluxo sanguíneo, o que faz com que algumas células recebam menos oxigênio e nutrientes do que necessitam. Dentre os muitos prejuízos que isso pode causar, há a interferência negativa no ciclo de crescimento normal dos folículos pilosos, o que pode levar à perda de cabelo.  

Invista numa alimentação rica em cromo
Invista numa alimentação rica em cromo

Além disso, essa condição de saúde pode acabar gerando muito estresse (tanto físico quanto emocional) no organismo, e nós sabemos que o estresse persistente é uma das maiores causas da perda de cabelo. Isso acontece devido às flutuações hormonais que ele causa, o que afeta o crescimento do cabelo e pode levar à queda dos fios. 

E tem mais: o cromo também ajuda no controle do colesterol, sabia?! Pesquisas apontam que níveis equilibrados de cromo no organismo evitam a produção de colesterol no fígado. Tá aí mais uma boa razão para manter uma dieta rica em cromo, já que o colesterol é um dos problemas de saúde associados à calvície.

Confira a seguir outros benefícios do cromo para a saúde. 

Outros benefícios do cromo para a saúde

Além de ajudar a prevenir o diabetes tipo 2 e a controlar os níveis de colesterol, o cromo tem influência positiva em diversos outros aspectos no organismo. 

Cromo: substância que ajuda você na construção saudável dos cabelos
Cromo: substância que ajuda você na construção saudável dos cabelos

Ele também contribui com a melhora da fadiga, alívio dos sintomas da depressão, redução das variações de humor e aumento da capacidade do corpo em ganhar massa muscular.

Suas vantagens são potencializadas quando associado à prática de exercícios físicos regulares, podendo proporcionar redução de peso e, devido ao fato de estimular a sensibilidade à insulina, influenciar também o metabolismo proteico, promovendo maior ganho muscular. 

Alimentos ricos em cromo

A melhor forma de manter bons níveis de cromo no organismo é por meio da alimentação. É fácil manter uma dieta rica em cromo, já que essa substância pode ser encontrada em alimentos que comumente consumimos em nosso dia a dia. 

É muito fácil manter uma dieta equilibrada em cromo
É muito fácil manter uma dieta equilibrada em cromo

O cromo pode ser encontrado em: carne vermelha, frango, fígado, frutas, ovos, ostras, oleaginosas, cereais e grãos integrais, leguminosas, germe de trigo, queijo, pimentão, banana, espinafre, cogumelos e levedo de cerveja.

O levedo é uma das melhores fontes desse elemento, e os alimentos integrais, em geral, contribuem imensamente para uma dieta de cromo. Para fins de comparação, o arroz branco possui apenas ¼ da quantidade de cromo presente no arroz integral. 

Arroz integral é um grande exemplo de localização de cromo
Arroz integral é um grande exemplo de localização de cromo

Uma dica e tanto para balancear a sua dieta é riscar do cardápio o consumo de itens que possuem carboidratos simples, como é o caso de batata, pão branco, chocolate e balas. Isso porque alimentos como os citados reduzem a cota de cromo disponível no organismo. 

Também é importante tomar cuidado para não exagerar, pois o cromo em doses altas pode fazer mal à saúde. A recomendação diária de cromo para uma pessoa adulta é de 20 a 35mcg/dia, a depender de sexo e idade. 

No caso de deficiência, é possível recorrer à suplementação. Saiba a seguir como essa alternativa funciona. 

Suplementação

Alguns estudos realizados recentemente apontaram que o consumo mundial do cromo é menor que a quantidade diária recomendada. Nos Estados Unidos, cerca de 90% das pessoas com mais de 50 anos apresentam deficiência dessa substância. Aqui no Brasil, o cenário é muito parecido com esse.

É importante atentar que os níveis do mineral em nosso organismo diminuem com a idade, e menos de 1% do cromo ingerido é de fato absorvido pelo nosso corpo. 

Se for necessário, há a alternativa da suplementação em casos de carência de cromo. Essa opção só vale se o organismo de fato estiver deficiente dessa substância. Para certificar-se a respeito disso, é preciso fazer um exame de sangue, solicitado por um especialista.

Partícula de Cromo
Partícula de Cromo

Quando há a deficiência de cromo na alimentação, pode acontecer a perda na sensibilidade da ação da insulina. Isso faz com que a pessoa absorva muito mais rapidamente o açúcar de doces e pães, o que pode levar, consequentemente, à diminuição da saciedade e ao aumento do peso, com o risco de causar a diabetes tipo 2, entre outras doenças e disfunções.

Como o cromo é eliminado no suor, pessoas que praticam atividades físicas intensas ou que possuem sudorese excessiva também podem acabar apresentando deficiência desse mineral.

Há alguns sintomas aos quais vale à pena ficar atento, pois podem indicar a carência desse elemento no organismo. São eles: fome excessiva, crises de hipoglicemia (queda de açúcar no sangue) e sensação de necessidade de comer pães e doces. 

É importante atentar que a suplementação só deve ocorrer sob a indicação e prescrição de um profissional adequado. Isso porque essa alternativa pode gerar alguns efeitos colaterais, como distúrbios de sono, alterações de humor, dores de cabeça e até mesmo perda de minerais

No caso de pessoas com diabetes tipo um ou com diabetes tipo dois e que fazem uso de insulina, o indicado geralmente é evitar o suplemento de cromo, pois ele pode gerar um quadro de hipoglicemia