Ferro e seus benefícios para o crescimento dos cabelos

Nosso organismo assim como nosso cabelo depende de diversos nutrientes para ter um funcionamento saudável e equilibrado, e entre eles está o ferro.

Elemento essencial para a vida, ele atua principalmente na produção das células vermelhas do sangue e no transporte de oxigênio para todas as células do corpo. 

O papel que desempenha na circulação sanguínea está diretamente ligada à vitalidade e força dos cabelos.

Sem esse mineral, os fios podem ficar ressecados e quebradiços, uma vez que ele é fundamental para a saúde dos folículos do couro cabeludo, bem como do crescimento normal dos cabelos. 

Trend Alert: Anel Personalizado

já pensou ter um anel de ouro personalizado com sua letra predileta ou sua inicial?

Alimentos ricos em ferro
Alimentos ricos em ferro

Ferro para cabelos mais fortes

O ferro é fundamental para o funcionamento do corpo como um todo, já que seu papel está ligado ao abastecimento de oxigênio das células.

E o mesmo vale para os folículos capilares, que são os micro poros responsáveis pelo couro cabeludo, onde ocorre o crescimento dos fios.

É por isso que as pessoas que possuem quadros de anemia ou de falta de ferro no organismo podem acabar apresentando queda de cabelo como um dos principais sintomas, já que a falta de ferro está entre as maiores causas observadas para esse problema.

Cabelos mais fortes e resistentes com Ferro
Cabelos mais fortes e resistentes com Ferro

Isso pode ser comprovado por meio de um teste de ferritina. O equilíbrio na ingestão ou suplementação do ferro pode ser a solução para melhorar a condição capilar e ajudar a restaurar o crescimento dos fios.

Mais de 40 anos de pesquisas no assunto indicam que a quantidade insuficiente deste mineral no corpo pode ter estreita relação com a perda de cabelo, entre eles um estudo recente do European Journal of Dermatology (Jornal Europeu de Dermatologia).

Nessa pesquisa, foi concluído que os baixos estoques de ferro no sangue resultaram no aumento da taxa de queda de cabelo, especialmente em mulheres que não passaram pela menopausa. 

Níveis equilibrados de ferro no organismo favorecem o fluxo de oxigênio no sangue, facilitando o transporte de nutrientes para as raízes e couro cabeludo

Níveis equilibrados de ferro no organismo favorecem o fluxo de oxigênio no sangue, facilitando o transporte de nutrientes para as raízes e couro cabeludo.

Isso ajuda a melhorar a textura do cabelo, conferindo mais força e vitalidade aos fios. Mas não é apenas o cabelo que se beneficia de um bom estoque de ferro no organismo. A pele também sai ganhando com isso. Leia a seguir! 

Os benefícios do mineral para a pele

Assim como para os cabelos, o ferro também traz muitos benefícios à saúde da pele, garantindo um brilho saudável a ela. 

Muitas pessoas com deficiência de ferro apresentam pele pálida e olheiras, sinais comuns nesses casos.

Devido aos baixos níveis de hemoglobina, há também a redução das hemácias, o que acaba privando a pele de cor e vitalidade, conferindo a ela um tom opaco e amarelado. 

O ferro ajuda você a ter uma pele mais viscosa e sadia
O ferro ajuda você a ter uma pele mais viscosa e sadia

Além disso, esse mineral também ajuda a acelerar a cicatrização de feridas. Sem o fornecimento adequado de oxigênio para as células do corpo, a cicatrização pode ficar comprometida ou simplesmente não ocorrer. 

Muitas vezes, uma alimentação rica em ferro pode ser o suficiente para resolver esses problemas, garantindo à pele um brilho rosado e a cura mais rápida de machucados.

Aliado ao zinco forma uma dupla imbatível 

Você sabia que, junto do zinco, o ferro pode ter seus benefícios ainda mais potencializados? Pois é, unidos eles formam uma parceria poderosa não só para a saúde em geral, mas também especificamente para a vitalidade dos fios de cabelo. 

O zinco participa da reprodução celular e da reparação dos tecidos capilares, o que faz com que ele tenha grande influência na textura e brilho dos cabelos. 

Ele também atua na saúde do couro cabeludo, contribuindo na prevenção de algumas doenças capilares, como a seborreia e a caspa. O zinco ajuda no crescimento saudável dos fios e na regulação da produção de sebo nos folículos capilares. 

Zinco e Ferro auxiliam para um cabelo mais bonito e saudável
Zinco e Ferro auxiliam para um cabelo mais bonito e saudável

A produção de sebo em equilíbrio é vital para cabelos sadios e hidratados, garantindo fios fortes e com aspecto saudável.

Além disso, o zinco também está diretamente ligado ao combate à calvície e à diminuição dos fios, que ocorre com o processo de envelhecimento do cabelo. 

Esse mineral pode ser encontrado com abundância em frutos do mar, peixes e carnes em geral. Invista em uma alimentação rica em ferro e zinco e os resultados serão surpreendentes! A saúde do seu cabelo agradece. A seguir, saiba mais sobre a influência do ferro na sua saúde. 

A importância do ferro na saúde

O ferro tem um papel fundamental no bom funcionamento do nosso organismo, e a sua importância vai ainda mais além do que seus inúmeros benefícios para a saúde dos cabelos e da pele.  

Ele é excelente para aumentar a energia e disposição, já que transfere oxigênio para os músculos e o cérebro, aumentando o desempenho físico e o estado de alerta mental. O ferro favorece, e muito, a saúde muscular, uma vez que tem papel importante na contração dos músculos.

O ferro ajuda no desenvolvimento da musculatura
O ferro ajuda no desenvolvimento da musculatura

Níveis baixos de ferro no corpo podem te deixar desatento, fatigado e irritável. Sendo assim, ele pode te ajudar tanto na hora de ir pra academia, quanto para atividades que demandem foco e concentração.

A substância também tem papel notável na melhora da imunidade, e ajuda a aumentar o apetite, o que pode ser especialmente importante no caso de crianças. 

Quando se trata de bebês e gestantes, o ferro ajuda a reduzir o risco de nascimentos prematuros e de crianças com baixo peso, e de morte materna durante o parto e no pós-parto imediato.

Além disso, é fundamental para o crescimento saudável, ajuda a melhorar a capacidade de aprendizagem da criança e contribui na resistência às infecções.

Por isso, é muito indicado para novas mães e novos pais certificar-se de manter uma dieta rica em ferro para seus filhos, garantindo também o desenvolvimento saudável do cérebro. 

O ferro, na gestação, auxilia na formação da criança
O ferro, na gestação, auxilia na formação da criança

Outro benefício interessante de uma dieta rica em ferro é que ela pode ajudar a aliviar a Síndrome das Pernas Inquietas (SPI), que é um distúrbio do movimento neurológico que faz com que as pernas se movam repetidamente.

Essa sensação é intensificada quando o corpo está em repouso, e por isso pode levar até mesmo a distúrbios do sono. 

O mineral também pode ajudar a aliviar alguns dos sintomas pré-menstruais, como tonturas, alterações de humor, hipertensão, etc. São infinitas vantagens! Continue a leitura para saber quais alimentos são ricos em ferro. 

Ferro na alimentação diária

O ferro é facilmente encontrado em diversos alimentos, por isso é fácil manter uma dieta rica nesse nutriente. 

Feijão, soja, gema de ovo, carnes vermelhas, espinafre, brócolis, uva passa, cereais integrais, pão de cevada, salsa, lentinhas e damasco seco são alguns dos alimentos mais ricos em ferro que se pode encontrar.

Ferro e seus principais alimentos
Ferro e seus principais alimentos

Para potencializar ainda mais seus benefícios, indica-se aliar a alimentação com a prática de atividades físicas regulares, que também é muito importante para garantir a oxigenação do sangue e melhorar o fluxo sanguíneo (inclusive para o couro cabeludo, influenciando no crescimento saudável dos fios).

Além disso, há suplementos que ajudam a complementar a necessidade diária de ferro. Mas antes de recorrer a essa alternativa, consulte seu médico primeiro, já que essa opção geralmente é mais indicada para pessoas que tenham sofrido de problemas de saúde, como uma hemorragia, por exemplo.

Atenção para a deficiência desse mineral

É de extrema importância que a reserva de ferro no organismo esteja sempre em dia. No entanto, algumas pessoas podem apresentar condições que dificultem a absorção desse mineral. Mulheres que possuem um período menstrual prolongado ou muito intenso, por exemplo, podem acabar perdendo mais ferro do que o normal, resultando em um quadro de anemia.

Além da queda de cabelo, a deficiência de ferro muitas vezes pode causar problemas de saúde como cansaço excessivo, falta de apetite e aumento da ocorrência de infecções, entre outros. 

Para detectar esse problema, vale ficar de olho em alguns sintomas, como desânimo, sono frequente ou cansaço extremo, dificuldade no aprendizado ou para manter a concentração, tornozelos inchados (ou inchaço em outras articulações), fios de cabelo fracos e quebradiços, pele pálida e interior das pálpebras sem cor, alterações no paladar, falta de apetite ou língua lisa, infecções frequentes, entre outros.