O que causa a queda de cabelo feminino?

embora com menos frequência, a mulher também pode sofrer com a calvície

A queda de cabelo feminino pode ser desencadeada por diversas doenças e condições que envolve a alimentação e alguns hábitos. Saber identificar a raiz do problema é fundamental para um tratamento mais eficaz, já que a queda de cabelo muitas vezes é um sintoma e o que deve ser tratado em primeiro lugar é a causa.

Apesar de cada caso demandar um tipo de tratamento diferente, é recomendado usar cosméticos anti queda para controlar a situação e não agravar o quadro. Esses cosméticos normalmente são ricos em vitaminas para queda de cabelo, o que potencializa os resultados do tratamento principal.

Veja  a seguir quais podem ser as causas da queda de cabelo em mulheres e como tratar cada uma delas.

O que causa a queda de cabelo feminino?

Química em excesso

Produtos químicos como tinturas e alisantes, por exemplo, podem acabar danificando a estrutura dos fios caso sejam usados de modo incorreto ou com muita frequência. Ao deixar os cabelos ressecados e quebradiços, esses produtos contribuem para um aumento da queda de cabelo feminino.

a química em excesso pode danificar os fios e contribuir para uma perda capilar mais acentuada
a química em excesso pode danificar os fios e contribuir para uma perda capilar mais acentuada

O ideal é dar intervalos entre uma química e outra para que o cabelo possa descansar e se recuperar. Além disso, você também deve fazer o uso de cosméticos voltados para tratamentos anti quedas e para o fortalecimento das mechas.

Chapinha e secador

O secador e a chapinha, e também os modeladores de cacho, são aparelhos que usam o calor para fazer as suas funções e acabam impactando negativamente na saúde capilar. Ao usar um calor em excesso nos fios, não somente estamos contribuindo para uma queda de cabelo feminino maior, mas também para um ressecamento e enfraquecimento acentuado, além de um aumento da oleosidade em alguns tipos de cabelo.

O ideal é deixar os fios secarem naturalmente, e quando for usar secador, deixar o aparelho a uma distância de pelo menos 30 cm da raiz. Além disso, ao usar aparelhos como esses, é fundamental a aplicação de um protetor térmico para proteger os cabelos do calor.

Ovário policístico

O ovário policístico é uma condição em que a mulher passa a produzir testosterona em quantidades a mais do que o normal, causando além do excesso da perda de cabelo, excesso de pelos pelo corpo, ciclos menstruais irregulares e aumento de peso repentino.

Para controlar a perda em quadros como isso, deve-se fazer o tratamento para que os hormônios sejam produzidos nas quantidades adequadas.

Normalmente, esses tratamentos são feitos por meio do uso de anticoncepcionais, que controlam a produção de testosterona e amenizam os sintomas. Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitaminas para queda de cabelo como a biotina também é recomendado.

Stress

O stress é uma condição em que o nosso cérebro fica sempre em alerta, e pode ser desencadeado pela rotina, traumas e até mesmo situações corriqueiras do dia a dia. Durante períodos de estresse profundo, nosso cérebro libera uma substância que aumenta  a queda capilar, já que afeta os folículos capilares fazendo com que eles entrem em repouso, impossibilitando que os cabelos continuem a crescer.

o estresse é um dos grandes vilões quando o assunto é queda de cabelo, sendo um dos motivos principais do problema
o estresse é um dos grandes vilões quando o assunto é queda de cabelo, sendo um dos motivos principais do problema

Em outros casos, o stress atinge o sistema imunológico e ataca os folículos, o que resulta em uma perda excessiva dos cabelos.

Alguns pacientes, quando estressados, podem desenvolver uma condição mais rara chamada de tricotilomania, que faz com que esses indivíduos arranquem os próprios fios de cabelo e também outros pelos do corpo como cílios e sobrancelhas.

Disfunções da tireoide

As disfunções da tireoide acontecem quando a glândula alojada no pescoço não produz os hormônios nas quantidades que deveria, podendo produzir a mais do que o normal, o chamado hipertireoidismo, ou em quantidades menores do que o ideal, o hipotireoidismo.

Quando a glândula está desregulada, os hormônios que são produzidos em menores quantidades são o T3 e T4. Nos casos de hipertireoidismo, os hormônios em quantidades maiores no organismo acelera a reposição celular do couro cabeludo e aumenta a quantidade de fios perdidos no dia. 

Já no caso de hipotireoidismo, o metabolismo fica mais lento e os fios sofrem uma dificuldade maior em se desenvolverem, dificultando seu crescimento e fortalecimento. 

Pós-parto

A flutuação hormonal que acontece durante o pós-parto também pode ser uma causa de queda capilar, podendo ocorrer até 3 meses depois que a mãe ganha o bebê. Enquanto a perda natural dos fios faz com que as mulheres percam 100 fios por dia, durante o pós parto essa perda pode chegar a 500. Porém, esses não deve ser um sinal de alerta a menos que o sintoma permaneça por mais de 3 meses.

devido as variações hormonais no pós-parto, é comum que a nova mamãe sofra com uma pequena perda de cabelo
devido as variações hormonais no pós-parto, é comum que a nova mamãe sofra com uma pequena perda de cabelo

Essa perda pode acontecer em pacientes grávidas em alguns casos, também em decorrência das mudanças hormonais que acontecem nesse período.

Em mamães que passaram por cesárea o stress e medicamentos usados na cirurgia também podem contribuir para um aumento da queda capilar.

Menopausa

Assim como acontece no pós-parto, na menopausa existe uma grande variação hormonal, que acaba afetando diretamente a saúde dos fios e a queda de cabelo.

Como os hormônios femininos sofrem uma queda durante esse período, algumas mulheres podem notar além do aumento da perda de cabelos, que os fios estão mais ressecados e quebradiços.

Para tratar o problema, é importante ingerir as vitaminas ideais para a saúde dos cabelos como vitamina A, B, biotina, C e E, além de usar cosméticos voltados para tratamentos contra queda..

Anemia

A anemia acontece geralmente quando estamos com uma concentração muito baixa de ferro em nosso sangue. E apesar de, na maior parte dos casos, isso acontecer devido a uma alimentação pobre no mineral, algumas mulheres podem desenvolver anemia em decorrência de ciclos muito intensos e longos.

Caso você tenha ciclos menstruais que durem mais do que 4 dias e perca bastante sangue durante esse período, é ideal ficar atenta a uma possível anemia.

a ingestão de alimentos como a carne vermelha é importante para garantir que estamos consumindo a quantidade suficiente de ferro por meio da alimentação
a ingestão de alimentos como a carne vermelha é importante para garantir que estamos consumindo a quantidade suficiente de ferro por meio da alimentação

Durante esses dias, você pode aumentar a ingestão de alimentos ricos em ferro como carnes vermelhas, fígado de boi, espinafre e couve.

Além disso, ao notar uma queda anormal dos fios, procure um tricologista para averiguar o que pode estar desencadeando o problema;

Depois de ver o que causa a queda de cabelo feminino, fique atenta aos sintomas que possam estar associados com a queda capilar e procure ajuda médica para identificar o que pode estar causando a sua perda de cabelos. Para potencializar o tratamento, opte por cosméticos para tratamentos anti quedas ricos em vitaminas e minerais que auxiliam no combate e prevenção da queda dos fios.

Deixe uma resposta

Abrir Chat
1
Precisa de Ajuda?
Se precisar pode me chamar, meu nome é tatiana e estou disponível para te explicar como nosso produto pode te ajudar com queda e crescimento capilar 😀👍