9 doenças que podem causar queda de cabelo

Alopecia

A queda de cabelo em quantidades pequenas é considerado algo normal e natural, já que quando o ciclo de vida dos fios se completam eles caem para que novos fios possam nascer. No entanto, quando a perda passar a ser excessiva, é possível que o paciente apresente um quadro de alguma das doenças que podem causar queda de cabelo.

Sabe-se que um adulto perde uma média de 100 fios de cabelo por dia, enquanto uma mulher no pós-parto pode perder até 500, sendo ainda considerado normal. Porém, um aumento de cabelos no ralo do banheiro, pente e travesseiro pode significar uma doença que começou a se manifestar, é importante procurar a ajuda de um tricologista para investigar o que pode estar causando o problema.

Para lhe auxiliar a entender melhor sobre a queda de cabelo, separamos uma lista com X doenças que fazem os fios caírem em excesso. Veja a seguir!

9 doenças que podem causar a queda de cabelo

1- Alterações na tireoide

Quando a tireoide, uma glândula localizada no pescoço, produz mais hormônios do que o comum acaba acelerando o ciclo de vida dos cabelos fazendo com que caiam com uma frequência maior e antes da hora. Já quando o paciente sofre com o hipotireoidismo, caracterizado pela produção reduzida de hormônios pela glândula, os fios também tendem a cair. No entanto, nesse caso isso acontece devido ao enfraquecimento da fibra capilar, que acaba se quebrando.

Tratamento adequado

Embora consumir vitaminas e usar cosméticos voltados para o tratamento de queda capilar possa ajudar a reduzir os sintomas, o ideal é que se trate primeiramente os problemas da tireoide. Isso porque, por estar fortemente vinculada a essas doenças, a queda de cabelo só terá um progresso quando a tireoide voltar a funcionar da maneira correta.

2- Lúpus

O lúpus é uma doença que ataca a própria imunidade do paciente, causando lesões na pele que tendem a piorar com o sol. Contudo, a doença ainda pode afetar outros órgãos como rins e cérebro.

Como o couro cabeludo nada mais é do que pele, a doença acaba atingindo a região e ocasionando a queda de cabelo de duas formas diferentes. A primeira é a chamada lúpus cutânea, no qual os cabelos começam a cair em um local específico sendo mais fácil de identificar e buscar um tratamento.

No outro caso, chamado de lúpus sistêmico, a doença afeta o corpo inteiro e os fios caem por todo o couro cabeludo, sendo mais difícil fazer o diagnóstico da doença.

Tratamento adequado

Para o lúpus cutâneo indica-se a aplicação de cortisona na região que apresenta a perda de cabelos por meio de creme ou injeção. Já para o segundo caso, a queda capilar só apresentará melhoras depois que a doença for tratada por meio de medicamentos mais pesados via oral.

3- Anemia

A anemia é uma condição em que o organismo apresenta deficiência de ferro, um mineral importante que ajuda a transportar oxigênio para os órgãos por meio do sangue. Além disso, ainda interfere na absorção dos nutrientes ingeridos, sendo um dos motivos que é considerada uma das doenças que podem causar queda de cabelo. Os principais sintomas da doença são a fraqueza e enfraquecimento dos cabelos e unhas.

Em casos mais graves a anemia pode até mesmo causar falhas no couro cabeludo.

Tratamento adequado

Além da reposição do ferro por meio de suplementos e uma alimentação mais rica em carnes, feijões, espinafre e brócolis, também são indicados cosméticos voltados para o controle da perda capilar.

4- Depressão

Embora a depressão em si não cause a perda dos fios, o problema pode ser desencadeado principalmente em pacientes que não se alimentam adequadamente. Afinal, isso contribui para uma deficiência não somente de ferro mas também de outras vitaminas importantes para a saúde do couro cabeludo e fibra capilar.

Além do mais, alguns medicamentos receitados para tratar a depressão e os sintomas da doença podem acabar tendo como efeito colateral a perda dos fios.

Tratamento adequado

Se a causa da queda de cabelo for a falta de alimentação, o tratamento deve ser feito com suplementação de vitaminas e minerais e uma alimentação balanceada. Nos casos dos medicamentos o paciente poderá conversar com o profissional para discutir uma possível substituição.

5- Estresse

Períodos de estresse podem ser a causa da queda de cabelo em excesso, já que a condição afeta diretamente a fibra capilar fazendo com que os cabelos caiam em maiores quantidades. De modo geral os fios tendem a cair após 3 meses depois do trauma ou períodos de estresse, e costuma levar esse mesmo tempo até que o problema termine.

Tratamento adequado

Além de usar produtos capilares que auxiliam a combater a queda capilar, o recomendado nesses casos é esperar os 3 meses para que os cabelos parem de cair naturalmente. Também é importante que o paciente invista parte do tempo em atividades como leitura, ioga e exercícios físicos que dão prazer e diminuem os níveis de estresse.

6- Calvície

A calvície é uma doença que atinge principalmente os homens que se manifesta por meio da perda de todos os fios de cabelos ou apenas falhas no topo da cabeça e laterais. Em mulheres, porém, a doença tende a causar apenas falhas.

a calvície é considerada uma das doenças que podem causar queda de cabelo
a calvície é considerada uma das doenças que podem causar queda de cabelo

Tratamento adequado

Normalmente a doença é tratada por meio de medicamentos orais para bloquear a dihtestosterona e a ingestão de vitaminas para queda de cabelo.

7- Inflamação do couro cabeludo

A inflamação no couro cabeludo pode ser causada por queimaduras em decorrência do sol ou um quadro de seborreia. Por atingir principalmente a raiz dos cabelos, esse problema faze com que a fibra capilar fique fraca e cai mais facilmente, muitas vezes impedindo que outros fios cresçam.

Tratamento adequado

A seborreia pode ser tratada com shampoos anti caspa ou medicamentos passados por um tricologista. Já nos casos de queimaduras solares é recomendado banhos frios e o uso constante de chapéus para evitar agravamento do quadro, já que não existe solução para esse problema.

8- Alopecia areata

A alopecia é uma doença autoimune que diferente do lúpus, atinge apenas o couro cabeludo e demais pelos. Além de ocasionar a perda de cabelo, a doença pode até mesmo fazer com que o indivíduo perca todos os pelos do corpo como pernas, braços etc.

Tratamento adequado

Quando a doença é manifestada de uma maneira mais inofensiva e deixa um ou duas falhas no couro cabeludo, o tratamento é feito por meio de injeções de cortisona no local. Em casos mais graves, a doença é tratada com cortisona em doses mais altas em conjunto com outros imunossupressores.

Embora não tenha cura, a doença pode ser controlada e a perda capilar tende a diminuir, sendo indicado suplementação com vitaminas importantes para a saúde do cabelo e uso frequente de cosméticos que ajudam no tratamento contra a queda.

9- Sífilis

Doença sexualmente transmissível, a sífilis tem como um dos sintomas a queda de cabelo e pode até mesmo deixar falhas no couro cabeludo em casos mais graves. Sabendo disso, é importante buscar ajuda médica precocemente para evitar a perda de cabelo em excesso.

Tratamento adequado

A sífilis é tratada por meio de antibióticos, e a perda capilar não costuma apresentar sinais de melhoras até que a doença seja tratada por completo.

Depois de conferir quais são as 9 doenças que podem causar queda de cabelo, converse com um profissional caso desconfie que sua perda capilar pode estar relacionada a alguma delas. É importante lembrar que alguns distúrbios hormonais como a síndrome do ovário policístico também podem acabar desencadeando a queda dos fios, e é necessário investigar o quadro sempre que notar um aumento significativo na queda capilar.

Deixe uma resposta

Abrir Chat
1
Precisa de Ajuda?
Se precisar pode me chamar, meu nome é tatiana e estou disponível para te explicar como nosso produto pode te ajudar com queda e crescimento capilar 😀👍